Últimas Notícias

Indígena Yanomami de 15 anos é o terceiro óbito por coronavírus em Roraima

Ele deu entrada no Hospital Geral de Roraima na última sexta-feira (3), e estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI)

Créditos: Da redação
Nesta quinta-feira (9), a Sesau também confirmou o segundo óbito pela doença no estado - Foto: Divulgação

O índígena Yanomami de 15 anos, que estava internado no Hospital Geral de Roraima (HGR) com diagnóstico de coronavírus deste a última sexta-feira (3), faleceu nesta quinta-feira (9). A informação foi confirma por meio de nota da DSEI Yanomami.

O adolescente foi o primeiro caso registrado no município de Alto Alegre. Ele morava na comunidade Rehebe, Polo Base Uraricoera, localizada naquele município. O acesso ao local ocorre apenas por barco ou avião.

O rapaz foi atendido inicialmente no hospital de Alto Alegre e depois encaminhado ao HGR, onde ficou internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) recebendo tratamento médico.

Ao dar entrada na unidade, na sexta-feira, ele fez o teste e teve resultado negativo para Covid-19. Já na segunda-feira (6), ele voltou a realizar o exame e o diagnóstico foi positivo para a doença.

Após o primeiro diagnóstico, o prefeito de Alto Alegre, Pedro Henrique Machado (PSD), instalou barreiras sanitárias nas duas entradas da cidade.

Segundo óbito

Também nesta quinta-feira, a Sesau confirmou o segundo óbito por coronavírus em Roraima. Os dados sobre a vítima ainda não foram informados, mas uma fonte revelou à reportagem que se trata de um homem que faleceu antes do diagnóstico, mas que o resultado do exame saiu nesta quinta-feira atestando positivo para coronavírus. Já em relação à senhora de 74 anos que faleceu hoje, ainda é aguardado o resultado para confirmar se a morte foi em decorrência da doença.