Últimas Notícias

Polícia Civil de Roraima apreende 31 kg de pasta base de cocaína em Boa Vista

Uma pessoa foi presa em flagrante por crime de tráfico de drogas

Créditos: Yara Walker
Operação da Polícia Civil iniciou na segunda-feira (10) e terminou ontem (11) - Edinaldo Morais/Roraima em Tempo

A Polícia Civil apreendeu, nessa segunda-feira (10), 31 kg de pasta base de cocaína, R$ 16,7 mil, telefones, tablet e uma balança de precisão. O caso ocorreu nos bairros São Vicente, zona Sul de Boa Vista, e Jardim Tropical, na zona Oeste. Uma pessoa foi presa em flagrante por tráfico de drogas.

Segundo a polícia, essa foi a maior apreensão de cocaína em Boa Vista neste ano. Conforme o diretor do Departamento de Narcóticos (Denarc), Fernando Olegário, a droga é de origem venezuelana, e foi transportada nos tanques dos veículos dos traficantes.

De acordo com delegado geral da Polícia Civil, Herbert de Amorim Cardoso, no ano passado mais de 54 kg de drogas foram apreendidos. O material estava avaliado em R$ 92 mil. Já este ano, até o mês de junho, foram 52 kg, totalizando aproximadamente R$ 104 mil, o equivalente a todo o entorpecente apreendido em 2018.

A operação realizada pelo Denarc e Delegacia de Repressão e Entorpecentes (DRE) já ocorria há cerca de um mês. O jovem preso era um microtraficante. "Foram encontrados vários contratos de locação. Isso indica que eles tinham várias casas para fazer a distribuição e dificultar o trabalho da polícia", detalhou Olegário.

"Ao ser abordado, o rapaz não reagiu à prisão. Encontramos na casa uma garrafa pet com drogas e quase R$ 13 mil. Ele recebeu uma mensagem do fornecedor informando que iria deixar o restante do entorpecente. A equipe realizou perseguição em busca do traficante, mas ele fugiu e jogou do carro duas garrafas pet com drogas", relatou o diretor.

O Denarc realizou buscas na residência de familiares do fugitivo no bairro Jardim Tropical, mas nada foi encontrado. No local foram apreendidos 31 kg de pasta base de cocaína dentro de uma caixa térmica, contratos de locação de imóveis, contas de energia e registro de nascimento do suspeito.

A operação foi finalizada nessa terça-feira (11) e ocorre durante o mês de combate às drogas. Olegário ressaltou ainda que as investigações continuam e que a população pode auxiliar com informações pelo Disque-Denúncia 181.

NO ESTADO

Em 2017, conforme dados do Núcleo de Estatística e Análise Criminal (NEAC) da Polícia Civil, 531 pessoas foram presas por tráfico em Roraima. Com a apreensão de 28,4 Kg de drogas entre maconha, cocaína e crack.

Já em 2018, este número dobrou. Foram 60,1 kg de drogas e 678 pessoas presas. No primeiro bimestre deste ano, o NEAC registrou 13,3 Kg e 188 prisões.

 

SEE ALSO ...