Notícias Locais

Enem: horário em RR, dicas para reta final, o que levar no dia da prova; veja orientações

Créditos: GABRIELA MARCONDES
Exame Nacional do Ensino Médio acontece nos dias 4 e 11 de novembro; portões serão fechados às 11h (horário local) - Fabio Calilo

O Enem está se aproximando! O exame é uma das provas mais esperadas pelos roraimenses que desejam ingressar em uma faculdade e iniciar o ensino superior. Os benefícios para quem passa por esse teste não se limitam apenas em avaliar os conhecimentos. Eles vão desde ganhar uma bolsa de estudos até facilitar o processo para conseguir o Financiamento Estudantil (Fies). O Roraima em Tempo traz orientações nessa reta final para tudo sair como planejado.

Segundo dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), cerca de 14 mil roraimenses farão o Enem. A prova será aplicada em dois domingos: 4 e 11 de novembro.

Os estudantes, após a primeira aplicação das provas, terão uma semana de descanso que podem usar para rever as questões do domingo seguinte e se preparar ainda mais. Manter essa mudança (provas em duas datas) agradou a muitos estudantes e causou aflição em outros que acreditam que fazer tudo em um fim de semana seria bem melhor, pois já ficariam "livres".

Em relação ao Enem 2018, foram acrescidos 30 minutos no segundo dia de prova. A mudança mais importante de todas, deste ano, foi poder remarcar a prova em caso de algum problema logístico, doenças ou inconveniente que possa ser justificado pelo aluno e aprovado pelo Inep. Todas as informações podem ser acessadas no site enem.mec.gov.br.

CORRENDO CONTRA O TEMPO

Segundo Abel Mangabeira, professor de matemática, ainda dá tempo de dar uma revisada nas matérias que irão cair na prova. Para ele, ficar sem tocar nos livros até o dia do exame não é uma ideia inteligente.

"'A matemática é fundamental no Enem, é uma das matérias que mais tem questões. Então, como são muitos temas nessa área, revisar em poucos dias aqueles que você tem preferência podem dar êxito e melhorar os pontos na prova", explicou o professor.

É importante destacar que a matemática é uma das matérias-chave para ter sucesso na contagem dos pontos, já que não se trata apenas de acertar as questões exatas. O processo de aprendizagem irá ajudar o estudante a resolver problemas de outras áreas como física, química e biologia.

"A matemática faz total diferença na prova. Primeiro, porque já tem varias questões por si só; segundo, porque essa matéria é fundamental para resolver várias questões de física e de química, por exemplo, e até de biologia, na parte de genética. Se você não domina a matemática, por mais que seja muito bom em biologia, vai ter dificuldade nessa questão. O mesmo acontece com a física e outras disciplinas", destacou Mangabeira.

O professor recomenda que nessa reta final os estudantes revisem as provas do Enem dos anos anteriores. Segundo ele, esse comportamento vai mapear "o terreno do inimigo" e o candidato vai saber como normalmente o exame tem se apresentado. Essa busca pelo que foi feito pode evitar surpresa nos dias da avaliação.

"O exame é cansativo e possui longos textos para testar o raciocínio e entendimento do estudante. Por isso, é importante saber ir direto ao ponto para não perder tanto tempo lendo ou cair em armadilhas", disse.

Os estudantes Alberlan Gomes, de 19 anos, e Sandya Santana, de 23, irão prestar o Exame Nacional. Ambos os candidatos concordam que uma coisa é sempre uma dificuldade a ser vencida: o problemático horário de verão. Essa diferença de horas leva muitos a perderem a prova.

Sandya se prepara há três anos e seu objetivo é atingir as pontuações necessárias para conseguir aprovação no curso que ela quer.

"Meu objetivo com o Enem é conseguir ingressar na faculdade de graça, na universidade pública. O curso que eu almejo fazer é medicina e para ingressar tem que ser pelo Enem ou pela UFRR, e exige muito do estudante", considerou.

Ela gostou de ter se mantido a prova em dois domingos, pois, na sua avaliação, é mais proveitoso. A estudante se incomoda um pouco com os textos tão grandes contidos no exame em relação ao tempo de prova e acredita que isso pode ser melhorado.

Já Alberlan preferia que os 30 minutos a mais, adicionados no segundo dia da prova, fossem colocados no primeiro, para facilitar o raciocínio na hora de fazer a redação.

"Fiz curso preparatório. Depois saí resolvendo questões, debatendo com colegas de estudos, fazendo levantamentos e vendo os assuntos com mais chances de cair. Meu objetivo é entrar em um curso superior, de preferência em uma universidade federal. Provavelmente, no curso de engenharia agronômica", disse.

ATENÇÃO!

É importante que um dia antes da prova você durma bem para estar disposto no dia seguinte e tome um café da manhã bem reforçado. Leve documento de identificação com foto e caneta preta de material transparente. Celulares não são permitidos, assim como bonés, fones de ouvidos, chapéus, itens que possam ocultar objetos.

Leve barrinha de cereal, chocolate, balinhas, uma fruta, alimentos simples que te mantenham com disposição para enfrentar todas as horas do exame. Leve água! Manter-se hidratado é extremamente importante.

SEE ALSO ...