Esporte

Atletas de Roraima alcançam quatro finais no Campeonato Brasileiro de Natação

Delegação roraimense conseguiu chegar a quatro finais e um recorde estadual


Alunos-atletas comemoraram o melhor desempenho deles na competição nacional

Nos dias 23 e 24 de Março foi realizado o Campeonato Brasileiro Escolar de Natação. O evento ocorreu no Parque Aquático Maria Lenk, no Rio de Janeiro (RJ). A delegação roraimense conseguiu chegar a quatro finais e um recorde estadual. Os atletas não conquistaram medalhas, mas esse foi o melhor desempenho deles em uma competição nacional.

Para a técnica Kamyla Brasil, eles fizeram algo muito difícil que foi chegar a uma final de um campeonato a nível nacional. Mesmo depois de terem perdido a primeira a etapa da competição, após serem barrados no embarque que os levariam para a competição no Rio de Janeiro.

"Eles nadaram muitas provas em um único dia e ainda conseguiram chegar à final com pouco descanso. Deram tudo de si e com certeza teriam um desempenho ainda melhor se não fosse o atraso da nossa saída de Boa Vista. Estou muito satisfeita com o desempenho deles e feliz por terem se superado e saído de lá com a sensação de dever cumprido", afirmou a técnica.

Veja os resultados finais os destaques, na categoria escolar - Escola Estadual Camilo Dias. 

- Kaio Lopes: ficou em 5º lugar nos 50 metros livre, com 25"85.

- Erick Fidelis: ficou em 6º lugar nos 100 metros costa, com 01'10 e em 8º nos 100 metros borboleta, com o tempo de 01'05"80.

- No revezamento 4x50 Medley, a equipe masculina conquistou o 5° lugar na final com os atletas da Escola Camilo Dias, Kaio Lopes, Vanesson da Ativa, Kleberson Silva e Erick Fidelis, finalizaram com o tempo de 02'01"06.

Outro destaque foi do atleta Erik Rabelo, que estabeleceu um novo recorde estadual categoria Juvenil na prova de 200m Medley com o tempo de 2'26,95". O recorde anterior pertencia ao próprio atleta, com tempo de 2'27,16", desde semana passada, obtido no Troféu Boto Preto.

"Foram ótimos os resultados. Na prova de 100costas, devido ao cansaço, o acúmulo e estresse de não ter conseguido embarcar um dia antes, foi uma prova na qual entrei desgastado. Se eu tivesse 100%, teria sido melhor. Nos 200m Medley, mesmo desgastado, consegui baixar meu tempo e bater o próprio recorde", disse ao Roraima em Tempo.

Ele comentou que o treino para a competição foi um preparo "a curto prazo". Segundo o atleta, foi inesperado e tiveram que montar um treino que não estava programado para ser efetivado a nível nacional.

"Mas sempre é ótimo ter novas oportunidades. Faz dois anos que treino, o que me ajuda a ter esses resultados. Agradeço a Deus, minha mãe, minha família, equipe, e treinador. Sinto dentro de mim mesmo que cada vez mais posso superar", relatou.

SEE ALSO ...